O Grande Hotel  foi um hotel de luxo localizado na cidade da Beira, Moçambique, funcional entre 1955 e 1963. Após este período, continuou a ser utilizado durante a década de 1960 como centro de conferências bem como a sua grande piscina. Durante a Guerra Civil de Moçambique (1977-1992) tornou-se um campo de refugiados. Atualmente, o antigo hotel é ocupado por cerca de 3.500 pessoas que vivem em condições precárias. O governo eventualmente considera removê-los, mas a situação se arrasta há anos.